Redes Sociais dão resultados?

Muito se fala a respeito de Redes Sociais no meio empresarial, criar perfis para interagir e entender melhor a cabeça e o bolso dos consumidores, divulgar promoções, unir uma multidão de seguidores para valorizar a marca e aumentar seu Share Of Mind (A marca na memória dos consumidores). Muitas empresas ainda não percebem qual o retorno obtido com o investimento em redes sociais. Afinal, será que existe uma fórmula para descobrir qual o retorno sobre o investimento nesse caso? Uma vez que o processo de atrair seguidores poderá levar semanas, messes e até anos, sem contar com o mundo de transformações que a internet nos proporciona.

Perfis que hoje comemoram milhões de seguidores não possuem tais volumes por acaso.  Investiram tempo e dinheiro por acreditarem que tinham algo a oferecer para as pessoas, algo como “INFORMAÇÃO”. Esta é a principal razão pelo qual as pessoas seguem umas as outras. E como dominar tal informação ao ponto de mantê-la sempre atualizada e sempre disponível para meus seguidores? INVESTIMENTO, Money, Bufunfa, Grana ou como preferir. O processo de atrair seguidores nas redes sociais não é tão simples e barato quanto parece. Afinal estamos falando de resultados, lembram?

Segundo informações do “Projeto Inter-Meios”, que divulga o investimento publicitário em mídia no Brasil, publicou em dezembro de 2010 que em 10 meses o investimento em mídias sociais pelas empresas brasileiras, ultrapassou o valor de R$ 185 milhões. Valor este que deve ser superado em cerca de 30% para este ano.

Todo o processo que envolve a marca da sua empresa com o público, ou marketing de relacionamento, tem que ser no mínimo bem planejada, dessa forma,  podemos  imaginar que teremos que envolver o diretor de marketing, contratar uma assessoria em comunicação digital e analistas de redes sociais (como são chamados os profissionais que operam as redes).

O planejamento se faz necessário por vários motivos, um deles é “Que tipo de conteúdo vamos utilizar para atrair pessoas?”. Muitos casos de sucesso demonstram que as pessoas não seguem uma marca por que são somente fãs delas e sim porque o conteúdo que elas provêem são de interesse coletivo.

Em pesquisa realizada pela Altimer Group e Wetpaint, as redes sociais ajudaram as empresas a crescerem cerca de 18% em suas vendas em 2009. Existem alguns casos de sucesso com o uso das redes sociais no Brasil como o da construtora Tecnisa que vendeu um apartamento no valor de 500 mil no Twitter.

A Naked Pizza realizou promoção que foi divulgada apenas no Twitter. O resultado dessa ação foi um aumento de 15% das vendas em um único dia.

A Palm precisando aumentar as vendas do aparelho Smartphone desenvolveu um aplicativo para o Facebook. Os usuários do aplicativo realizavam um cadastro e recebiam noticias e promoções do produto. Foi enviado mensagem para cerca de 70 mil usuários cadastrados, em 3 horas 3 mil já haviam lido as mensagens. E claro, não podemos esquecer do maior caso de sucesso mundial “O tão ilustre presidente dos Estados Unidos Barack Obama, foi eleito pela forte campanha que realizou utilizando as mídias sociais como seu carro chefe.”

O evidente é que, criar um perfil em uma rede de relacionamento e alimentá-la sem periodicidade e sem um conteúdo plausível, sem objetividade e planejamento, tanto de conteúdo ao financeiro só causará falsas impressões ao real aproveitamento das mídias sociais na sua empresa.